Sobre a Santa Casa de Mauá

O dia 09 de março de 1963 marca o começo da história do Hospital Imaculada Conceição, primeiro hospital que a cidade de Mauá conheceu.

Tendo sua inauguração oficial em 12 de junho de 1966, a Santa Casa de Mauá, surgiu através de um sonho: Oferecer para a população atendimento médico de qualidade.

Na época, caso fosse necessário passar por atendimento médico-hospitalar, era preciso ir para as cidades de Santo André ou São Bernardo, o que era muito complicado levando em consideração que havia muitas dificuldades de locomoção para os municípios vizinhos, principalmente se tratando dos transportes e da má qualidade das estradas, dificultando muito o trajeto até os hospitais da região.

Então um grupo de amigos, liderado por Elio Bernardi, que teve a idéia e seguido por Antonio Paulino Pinto Nazário, Ernesto Pires Barbosa, José Valdemir Barbosa, Harry Horst Walendy, Glaucia Aguiar Walendy, Francelino Fernandes Junior, Everaldo Brito Costa, Nelson Chiarotti, entre outras pessoas que acreditavam no projeto, começaram a promover eventos, para assim angariar fundos com objetivo de comprar um terreno, para a construção do hospital, também foram atrás de doações de materiais e equipamentos médicos-hospitalares.

Por meio da prefeitura de Mauá, a sede da Juventude Operária Católica (JOC), foi desapropriada e cedida à irmandade em comodato, sendo de fundamental importância para a concretização do sonho e inaugurando oficialmente o Hospital Imaculada Conceição em 12 de junho de 1966, com a fita descerrada pelo Monsenhor Alexandre Venâncio Árminas, que celebrou uma missa na capela do hospital.

Após aberto oficialmente, os primeiros procedimentos de enfermagem eram realizados por freiras do atual convento de Santa Paulina e a primeira equipe médica era formada pelos Drs. Caio Wilhians de Castro e João de Camargo Filho.

Já nas décadas de 70 e 80, o hospital estava consolidado na cidade e dedicava aproximadamente 95% do seu atendimento de serviço público de saúde para as pessoas mais carentes da cidade.

Na década de 90, a criação do Plano de Saúde da Santa Casa de Mauá, deu oportunidade às famílias que não tinham condições de ter um convênio, devido ao seu alto custo, destacando-se assim no mercado dos planos populares. Com isso houve uma grande transformação, que permitiu condições financeiras mais estáveis ao hospital.

Porém, primeiro salto de qualidade veio com o auxilio de subvenções e financiamentos cedidos pelos órgãos Estaduais e Federais da Saúde e com a criação do Sistema Único de Saúde, o SUS, sem deixar de lado os objetivos da irmandade.

Atualmente a Santa Casa de Mauá, por meio de sua superintendência, está passando por uma transformação, dando um novo grande salto de qualidade e ampliação de suas acomodações e serviços, contando com 117 leitos hospitalares, sendo esses, 19 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 11 UTI adultas e 08 UTI neonatal, 20 leitos de apartamento, 41 leitos de enfermaria, 28 leitos de berçário e 09 leitos na sala de pré-parto, além do Centro Ambulatorial de Especialidades, realiza exames diagnósticos por meio do Laboratório de Análises Clínicas, tomografia computadorizada, mamografia, entre outros, possui também um Centro de Hemodiálise com máquinas de última geração, tornando-se referência na região do ABC e Grande São Paulo.

Para mais informações sobre os planos de saúde, ligue para (11) 2244-3333.

Fonte: Santa Casa de Mauá